Confira:

6/recent/ticker-posts

Surto de gripe deixa UPA’s de Porto Velho super lotadas e o atendimento pode demorar horas

Desde o início de dezembro as unidades já vinham apresentando sinais de um abarrotamento.

Porto Velho, RO - O cenário das Unidades de Pronto Atendimento (UPA) na capital Porto Velho Rondônia é de superlotação. Pacientes em sua maioria apresentado quadro de saúde gripal elevadíssimo. O problema da lotação não é de hoje. Desde o início de dezembro as unidades já vinham apresentando sinais de um abarrotamento.

Para a Secretaria de Municipal de Saúde (Semusa) a superlotação implica no temor das pessoas estarem associando os sintomas gripais com o coronavírus (SARS CoV-2). Pesquisadores não descartam da possibilidade de tratar da Covid-19, mas também ligam o problema ao surto do vírus influenza A H3N2. O vírus é de rápido contagio. O aumento está sendo associado com a falta de cuidados da população como o não uso de máscaras e a limpeza das mãos com álcool gel.



A Semusa aponta a elevação da gripe na capital como algo inédito, mas nada inexplicável, afinal, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) estava alertando para um surto de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) causado pelo vírus Influenza.



Além de Rondônia, a doença segue em alta em 11 estados a exemplo do Acre, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Pará, São Paulo e Rio de Janeiro.

Por enquanto não existe um levantamento que aponte a quantidade de doentes na capital contaminados pelo vírus gripal. Tudo indica que a nova variante de influenza que se espalha pelo Brasil tenha vindo do Hemisfério Norte por conta do inverno. O mesmo vírus que circula no país já foi detectado nos Estados Unidos e na Europa.

É preciso se isolar caso seja infectado

Pesquisadores recomendam que nos casos de infecção pela influenza o doente precisa se isolar durante cinco dias, após os sintomas apareceram e só depois que a febre passar é que se recomenda deixar o isolamento.

Especialistas afirmam que a vacina é o melhor remédio contra o vírus Influenza, os postos estão recebendo todos que desejarem tomar o imunizante porque os grupos prioritários não compareceram.



Fonte - News Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários