Confira:

6/recent/ticker-posts

Mulher em Porto Velho é presa por aplicar golpe de R$ 31 mil na vizinha em namoro virtual

Após ter ficado viúva, a suspeita teria se aproveitado e apresentado um suposto namorado virtual para a vítima.

Porto Velho, RO - Uma mulher de 58 anos foi presa pela Polícia Militar na tarde de terça-feira (26). A suspeita supostamente aplicou golpes de aproximadamente R$ 31 mil em uma vizinha de 65 anos.

O caso aconteceu no bairro Eletronorte na zona sul de Porto Velho. De acordo com a polícia a idosa teria ficado viúva e a suspeita tomando proveito teria apresentado um suposto namorado virtual para a vítima.

O suposto casal começou a trocar mensagens via WhatsApp e então ficaram um bom tempo conversaram até iniciarem um relacionamento. Porém o “namorado” disse que iria viajar para os Estados Unidos afirmando que ia cuidar de uma filha com covid.

Após alguns dias ele começou a pedir dinheiro da vítima dizendo que tinha matado uma pessoa nos EUA e precisava de dinheiro para ser colocado em liberdade e vir embora para Porto Velho.

A idosa durante esse período já teria feito transferência de mais de R$ 31 mil ao suposto namorado virtual. Os filhos da idosa desconfiados, pois a mãe vinha sempre pedindo dinheiro emprestado de familiares e até feito um empréstimo, resolveram investigar. Logo os familiares acharam o número que mandava as mensagens para a vítima.

No dia da descoberta, o suposto namorado mandou mensagem pedindo uma quantia de 2.500 e disse ainda que a vítima teria que levar o dinheiro na casa da vizinha que ela iria fazer a transferência para ele.

Uma filha da idosa com outros dois familiares foram até a casa e descobriram toda a farsa, eles ligaram no telefone do suposto namorado e o telefone tocou no bolso da suspeita.

As vítimas revoltadas começaram a fazer buscas na residência e encontraram a quantia de R$ 17 mil escondida no guarda-roupa da suspeita. Mesmo assim, ela continuou negando que estaria aplicando golpes, afirmando que pegava o dinheiro e mandava ao suposto namorado.

A mulher acabou sendo presa e levada para o Departamento de Flagrantes para se explicar ao delegado de plantão.


Fonte: Diário da Amazônia

Postar um comentário

0 Comentários