Confira:

6/recent/ticker-posts

Rondônia registra aumento de 45% na exportação no 1° quadrimestre de 2022; ações do Governo influenciam no crescimento econômico


            Dentre os produtos mais exportados em 2021 e 2022, a soja e a carne bovina se destacam

Porto Velho, RO - A retomada da economia em Rondônia já vem demonstrando resultado. O Estado apresenta um aumento de 45% nas exportações no primeiro quadrimestre de 2022, comparado com o mesmo período do ano anterior, aumento que soma o valor de mais de U$ 903.3 milhões, de acordo com o sistema para Consultas e Extração de dados do comércio exterior brasileiro – Comex Stat do Governo Federal.

Os produtos mais exportados nos quadrimestres de 2021 e 2022 são carnes de animais da espécie bovina e soja. Neste ano, os cinco países que mais exportaram de Rondônia foram: Espanha, China, Turquia, Países Baixos e Estado Unidos, e em 2021 foram Espanha, Países Baixos, Turquia, China e Hong Kong.

Esse destaque tem influência nas ações do Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico – Sedec, com programas de incentivos tributários, Conselho de Desenvolvimento do Estado de Rondônia – Conder e “Invest Rondônia”, em parceria com entidades e secretarias do Estado.


De acordo com a secretária adjunta da Sedec, Francirlene Santana, o Poder Executivo tem um plano de ação, pelo “Invest Rondônia”, de continuar buscando investimentos que possam fomentar as exportações dos produtos regionais.

“O objetivo da Sedec é estimular uma cultura exportadora entre o setor produtivo e empresários do Estado”, afirmou Francirlene Santana.

INVEST RONDÔNIA

Para levar as empresas rondonienses ao encontro do mercado nacional e internacional, a “Invest Rondônia”, uma coordenadoria da Sedec, ligada ao comércio exterior e atração de investimentos, participa de feiras nacionais e internacionais, apresentando a cadeia produtiva, com o intuito de prospectar novos clientes para as empresas rondonienses. A partir de visitas técnicas da equipe é realizada a captação de novos investimentos para Rondônia.

Além disso, a coordenadoria realiza prospecção de novos negócios de empresas que demonstram o interesse de se instalarem em Rondônia e acompanhamento de empreendimentos já instalados nos 52 municípios do Estado, realizando a conexão entre a cadeia produtiva, câmaras de comércios e embaixadas. Até o momento, a coordenadoria tem 30 empresas em acompanhamento, que somam mais de 13 mil novos empregos e mais de R$ 4 bilhões de futuro investimento para o Estado.

INDÚSTRIA E COMÉRCIO

A Coordenadoria de Indústria e Comércio – Consic, da Sedec, tem atuado em busca de investimentos para o Estado, apresentando atrativos; como o programa de incentivo tributário, feito em parceria com a Secretaria de Estado de Finanças – Sefin, que trata de redução da carga tributária do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação – ICMS, assegurando às empresas, que estão e que querem se instalar em qualquer município de Rondônia, possam ter mais competitividade nos negócios.

O “Incentivo Locacional” é outro programa do Governo de Rondônia, executado pela Sedec, que consiste na concessão de áreas no Distrito Industrial de Porto Velho por meio de Edital de Chamamento Público, realizado semestralmente e com prazo de adesão nele fixado à pessoa jurídica que exerça profissionalmente atividade econômica organizada para a produção ou a circulação de bens e serviços, no qual se garanta a observância do Princípio da Isonomia, Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Igualdade, Publicidade e da Probidade Administrativa.

Além disso, é realizado a assessoria no Conder, auxiliando as deliberações que chega a proporcionar de 65% a 85% de descontos no ICMS aos investidores que vieram instalar suas indústrias no Estado.

DESTAQUE HALAL

Como forma de expandir o mercado de exportação em Rondônia, durante a 9ª edição da Rondônia Rural Show Internacional, representantes da certificação Halal realizaram palestra e reuniões com expositores da feira para falarem sobre a certificação. Com o certificado Halal, a empresa poderá atender aos requisitos de consumidores árabes e muçulmanos ou ainda de outros mercados que busquem produtos comprovadamente saudáveis

“Halal nada mais é do que aquilo que é permitido por muçulmanos, e o mercado Halal abrange quase dois bilhões de pessoas ao redor do mundo. Viemos a Rondônia para trazer essa oportunidade aos empresários locais conhecerem o mercado e terem a possibilidade de realizar a exportação para mais de 57 países islâmicos e muçulmanos ao redor do mundo. Hoje, no Brasil, temos aproximadamente dois milhões de muçulmanos que consomem produtos com a certificação Halal, que seria um diferencial para as empresas atenderem esse público, tanto no mercado nacional quanto internacional”, destacou o diretor de operações do Centro de Divulgação do Islam para América Latina – CDIAL-Halal, Ahmad Saifi.


Fonte: Governo de Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários