Confira:

6/recent/ticker-posts

Prefeitura e Sebrae firmam parceria para fortalecer a cadeia produtiva leiteira de Porto Velho


Investimento é de aproximadamente meio milhão de reais

PORTO VELHO, RO - A Prefeitura de Porto Velho e o Sebrae firmaram uma parceria que tem como objetivo fortalecer a cadeia produtiva da bovinocultura leiteira no município por meio do incentivo à inovação, tecnologia e promoção da educação empreendedora no campo.

A parceria, firmada através da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Semagric), vai garantir a sustentabilidade e inteligência para potencializar a atividade leiteira na capital.

O subsídio disponibilizado pelo Sebrae será de R$ 249 mil, com contrapartida de mesmo valor por parte do executivo municipal, totalizando quase R$ 500 mil.

Serão selecionados 210 pequenos produtores rurais para execução do projeto que contará com 1.854 procedimentos de inseminação artificial (IATF) e 132 prenhas positivas - com transferência de embrião, que será executado sob a gerência da Divisão de Produção Animal e Vegetal (DPAV), promovendo assistência técnica e o fomento da atividade, que no momento se encontra em processo de expansão.


Município projeta impacto positivo na geração de renda no campo

RENDA

O projeto propõe ações de aprimoramento tecnológicos da atividade leiteira no município, buscando a criação de uma melhor genética, por meio do incentivo das novas tecnologias no campo e atraindo novas gerações ligadas à família do produtor. A intenção é fortalecer a cadeia produtiva com fundamento na melhoria do padrão tecnológico do rebanho, sendo complementar ao projeto INOVATECLEITE, que tem por fim o desenvolvimento e incentivo à inovação, tecnologia e educação empreendedora no campo.

PÚBLICO-ALVO

O público-alvo beneficiário direto das ações a serem executadas pelo projeto serão os pequenos produtores rurais que desenvolvem atividades na bovinocultura leiteira.

Segundo o titular da Semagric, Gustavo Serbino, a indicação dos pequenos produtores que participarão do projeto será realizada pela secretaria. "Vamos levar em consideração critérios pré-estabelecidos em conjunto com o Sebrae-RO, e a ativa demonstração do interesse em participar do projeto. Os requisitos a serem considerados para que o pequeno produtor integre o público-alvo do projeto serão explicitados em instrumento formal de termo de adesão, no qual o produtor se compromete a cumprir as orientações técnicas, participar integralmente das ações propostas, e manter os registros necessários à constatação do desempenho", explica.

Ao produtor interessado, também será necessário permitir a acessibilidade à propriedade para visitas técnicas, mensuração dos resultados, e fiscalização por parte do órgão patrocinador, além do compromisso de ressarcimento dos investimentos realizados pelo projeto, em caso de desistência não justificável e outros requisitos pertinentes.

Os produtores interessados em aderir ao projeto, podem entrar em contato com o Departamento Agricultura, Agropecuária e Aquicultura (D.D.A.A.A), pelo telefone: (69)3901-2876.


Fonte: Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Postar um comentário

0 Comentários