Confira:

6/recent/ticker-posts

Operação Lei Seca retira motoristas alcoolizados do trânsito de Porto Velho, no final de semana


A fiscalização aconteceu em pontos estratégicos de Porto Velho, na sexta (17) e sábado (18), com o objetivo de retirar das ruas motoristas alcoolizados

PORTO VELHO, RO - Com 56 autuações pelo artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro – CTB, que classifica como infração gravíssima conduzir veículo após ingerir bebida alcoólica, o Departamento Estadual de Trânsito – Detran Rondônia realizou nas noites de sexta (17) e sábado (18) a Operação Lei Seca – OLS, em Porto Velho.

Durante a Operação Lei Seca realizada neste sábado (18), na rua Fraga Moreira, no bairro Tiradentes, zona Leste da de Porto Velho, a agente de trânsito Nádia Lizie de Paula Souza; juntamente à equipe da Dtfat abordou 400 veículos, sendo 236 carros e 164 motos e um total de 27 condutores foram flagrados conduzindo veículos alcoolizados.

“Realizamos um trabalho importante para a manutenção da segurança no trânsito, considerando que alcoolizado, o motorista torna-se um assassino em potencial. Fiscalizar e penalizar motoristas alcoolizados é essencial para a segurança viária”, destacou a agente Nádia Lizie.

Com punição administrativa ou criminal, a OLS tem como finalidade cumprir o CTB, retirando da condução perigosa, motoristas que insistem em dirigir após ingerirem bebida alcoólica ou qualquer outra substância psicoativa. O chefe da Diretoria Técnica de Fiscalização e Ações de Trânsito – Dtfat e Coordenador da Lei Seca em Rondônia, Welton Roney Nunes Ribeiro explica que, além da punição administrativa, o motorista flagrado conduzindo veículo automotor sob o efeito de bebida alcoólica pode responder criminalmente. “A pena prevista é de detenção imediata, multa e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir”, destaca.

PARCERIAS



A agente de Trânsito Nádia Lizie comandou a Operação Lei Seca deste sábado (18), em Porto Velho

Em parceria com o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar – BPTran e Polícia Civil – PC, a Operação Lei Seca é executada pela Diretoria Técnica de Fiscalização e Ações de Trânsito – Dtfat, do Detran Rondônia. Em 2022, a OLS completou 10 anos de vigência em Rondônia, e tem retirado do trânsito toda semana, inúmeros condutores que insistem em dirigir sob influência alcoólica.

O diretor-geral do Detran, Paulo Higo Ferreira de Almeida explica que as ações são realizadas em pontos estratégicos da cidade. O objetivo é cumprir a legislação retirando do trânsito motoristas alcoolizados. “É importante destacar que os lugares das blitzes nem sempre são os mesmos, e que divulgar os locais onde ocorrem as ações em mídias sociais, é crime”, pontuou o diretor. Paulo Higo aconselha que ao ser abordado, o motorista deve manter a calma. “Não há motivo para temer a ação, já que o papel da blitz é preservar vidas”, destacou.

“Cabe aos condutores que gostam de se divertir ingerindo bebida alcoólica, buscarem meios seguros para voltarem para casa. A orientação é escolher um amigo que não bebeu para conduzir o veículo ou utilizar transportes alternativos, como táxis e motoristas de aplicativos. Certamente o valor gasto para seu retorno será menos oneroso, caso seja pego infringindo a lei pela OLS ou causando um acidente, que pode ser fatal”, refletiu o diretor do Detran.

AÇÕES

Seguindo o que determina o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito 2021-2030 – Pnatrans, o Detran Rondônia realiza em todo o Estado ações que envolvem fiscalização e educação. O diretor-geral, Paulo Higo afirma que as ações da Diretoria Técnica de Educação de Trânsito – Dtet e da Diretoria Técnica de Fiscalização e Ações de Trânsito – Dtfat, são realizadas prioritariamente pela Autarquia, com o objetivo de promover a segurança no trânsito, obedecendo ao CTB. “Juntos salvamos vidas”, finalizou.


Fonte: Governo de Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários