Confira:

6/recent/ticker-posts

Extensionista da Emater Rondônia conquista a 3ª colocação em concurso para avaliação de cafés especiais do País



Cafeicultura de Rondônia tem rendido frutos, tanto na lavoura quanto para técnicos que atuam no desenvolvimento da cultura no Estado

PORTO VELHO, RO - O incentivo do Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura – Seagri e da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural – Emater Rondônia, à cafeicultura rondoniense tem rendido frutos, tanto na lavoura quanto para os técnicos que atuam no desenvolvimento da cultura do Estado. Motivada pelo fortalecimento do café, mais especificamente o da espécie robusta (Coffea canéfora), a extensionista da Emater, Daniela Dalazen ficou em 3° lugar entre mais de 100 concorrentes de diversas localidades de dentro e fora do País, no concurso Q-Robusta Graders, realizado em Cacoal durante o 1° Encontro Brasileiro de Degustadores de Café, no período de 6 a 10 de junho.

Diferenciar as nuances presentes em cada bebida e avaliar a qualidade de cafés variados, a fim de garantir a excelência é o papel dos chamados Q-Graders, avaliadores Q/de qualidade; credenciados e certificados pelo Coffee Quality Institute – CQI.

São profissionais capacitados para analisar a bebida fazendo uso do paladar e do olfato em uma minuciosa degustação, mas também é um especialista em identificar o valor dos grãos da colheita.

Com apoio da Emater, Daniela Dalazen, que atua no escritório local de Novo Horizonte do Oeste, e Marcelo Santos Lopes, do escritório local de Rolim de Moura, realizaram o curso de capacitação e certificação internacional para degustação de cafés, oferecido pelo Instituto de Qualidade do Café, na intenção de levar ao produtor rural a oportunidade de conhecer melhor e investir na qualidade do seu café. “Rondônia vem trabalhando a qualidade do café, mas os produtores não tinham como ter acesso para degustar e saber o que eles produziam na xícara”, explica.


Encontro Brasileiro Degustadores de Café, em Minas Gerais

O diretor-técnico da Emater, Raphael Cidade, destaca que o Poder Executivo neste ano de 2022, distribuiu 5,3 milhões de mudas de café clonal do Projeto “Plante Mais”, incentivando os cafeicultores a investirem na melhoria da qualidade e produtividade de suas lavouras. “A Emater é executora desse programa no campo, prestando assistência técnica desde a orientação de planto, colheita, pós-colheita e qualidade”, comenta Raphael Cidade.

A Emater lançou recentemente um projeto piloto, em que os dois profissionais qualificados estarão visitando propriedades de cafeicultores que desejam produzir um café com mais qualidade. Já foi disponibilizado um veículo que servirá de unidade móvel de degustação para que os profissionais possam fazer a análise dos cafés in loco. “O compromisso da Emater é, nos próximos dois meses, nessa colheita ainda, rodar os 15 municípios integrantes da indicação geográfica e onde houver demanda, para promover não só o Concurso de Qualidade do Café de Rondônia – Concafé, que já é um concurso esperado pelos cafeicultores, mas, mostrar a eles a importância de se investir em qualidade.

DEGUSTADORES QUALIFICADOS

O 1° Encontro Brasileiro de Degustadores de Café realizado em Cacoal contou com a presença dos maiores degustadores do Brasil, Espanha, Colômbia e Chile. “Um público de 140 pessoas e a Daniela Dalazen e o Marcelo Santos Lopes foram os nossos representantes”, abordou o diretor-técnico da Emater.

Raphael Cidade comenta que, além de ficar com a 3ª colocação em nível nacional e 1ª na região Norte, Daniela Dalazen foi a única mulher a se destacar entre os classificados. “Muito importante esse destaque em um momento em que muito se fala na força da mulher, que inclusive foi tema na Rondônia Rural Show deste ano”, explica, referindo-se ao tema “mulheres do agro” que motivou a feira de agronegócios.

Os extensionistas foram incentivados a inovarem seus conhecimentos e contaram com o apoio da Emater para se deslocarem até o local do curso, com o objetivo de trazer para os produtores rurais mais tecnologia e oportunidade de terem seus produtos cada vez mais qualificados.

Para a extensionista, a Emater tem contribuído muito para essa qualificação dos produtores rurais e, com essa certificação de Q-Grader, será possível dar mais suporte aos cafeicultores, mostrando a eles as nuances de seus cafés e seus sensoriais. “A perspectiva é que aumente ainda mais o número de produtores que buscam a qualidade de seus cafés”, complementa.

Para o diretor-presidente da Emater, José de Arimateia da Silva, que prestigiou o evento, a participação de Rondônia no 1° Encontro de Degustadores e no Workshop sobre projeto Rede de Clones, projeto de certificação dos clones produzidos por produtores rurais de Rondônia – capitaneado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, em parceria com o Governo de Rondônia por meio da Seagri, Emater e Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania – Sesdec, foi muito proveitoso e deverá trazer resultados importantíssimos ao Estado.


Fonte: Governo de Rondônia


Postar um comentário

0 Comentários