Confira:

6/recent/ticker-posts

Secretário do Meio Ambiente de Rondônia afirma que é desumano criar Unidade de Conservação e apoia ruralistas

         

PORTO VELHO, RO - Durante a Rondônia Rural Show o titular da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), secretário Marco Antonio Lagos, gravou um vídeo que revoltou organizações da sociedade civil, ambientalistas.

Nas imagens o secretário criticas as pautas ambientais na Amazônia e diz que o o interesse político do governador Coronel Marcos Rocha (PSL) na abertura de vantagens para ruralistas mesmo que ao custo da destruição dos ecossistemas.

No vídeo o secretário é perguntado ‘suposta’ criação de uma nova Unidade de Conservação (UC), na região de Guajará-Mirim, município a 329 quilômetros de Porto Velho.

“Isso é mentira. Não tem nenhuma reserva sendo criada ali na região de Guajará. Seria impossível de criar, seria desumano. O governador é ligado ao agro, ao desenvolvimento. Isso é mentira! Eu garanto: não estamos criando nenhuma área de reserva. ”, disse Antônio Lagos.

O Governo de Rondônia enviou uma nota, por meio da Sedam. No entanto, o documento não responde aos questionamentos e falas do secretário da pasta.

Nota da Sedam

“A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam) esclarece que o vídeo trata de boatos da criação de novas reservas na região do município de Guajará-Mirim. Não há estudos técnicos, no âmbito do órgão ambiental estadual, com vistas à criação de novas Unidades de Conservação no município de Guajará-Mirim, que já possui mais de 90% do seu território composto por áreas protegidas. Dessa forma, a Sedam reafirma o seu compromisso de continuar trabalhando em prol da sustentabilidade ambiental em respeito a toda lei em vigor e a ordem econômica e social do Estado de Rondônia”, diz a nota.


Fonte: Diário da Amazônia

Postar um comentário

0 Comentários