Confira:

6/recent/ticker-posts

Pré-candidato Jaime Bagattoli vai à Rondônia Rural Show ouvir demandas do setor produtivo


O pré-candidato ao senado, Jaime Bagattoli (PL), confirmou presença na abertura da 9° edição da Rondônia Rural Show, que acontece de 23 a 28 de maio em Ji-Paraná. Produtor rural na região Sul do Estado, Bagattoli defende maior apoio aos pequenos produtores e a valorização do setor produtivo, mola propulsora da economia no Estado.

 

No agro, Jaime Bagattoli iniciou de forma tímida ainda na década de 90, quando o setor madeireiro passou por dificuldades. Hoje, possui forte atuação na agricultura, pecuária e armazenamento de grãos, com áreas produtivas no Cone Sul de Rondônia.

 

Bagattoli conhece muito bem o setor produtivo de Rondônia, principalmente as dificuldades e gargalos de quem produz, como o alto custo do escoamento da produção nas rodovias de Rondônia.

 

"Cerca de 65% do transporte de cargas do Brasil passa pelas rodovias. A BR-364 é a mais importante do Estado, por onde trafegam cerca de 700 caminhões e carretas diariamente.

A falta de manutenção e cuidado aumenta custo de transporte e, consequentemente, o preço dos produtos. Defendo a privatização da BR-364 e com ela a redução do custo do transporte".

 

Quem também tem a defesa do pré-candidato é o pequeno produtor, maior responsável pelas lavouras brasileiras. Nos três meses deste ano, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), registrou 167 mil pessoas trabalhando em setores como agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura. Aumento de 10,3% em comparação com o último trimestre de 2021.

 

"A agropecuária em Rondônia é atividade predominante. A maior parte das nossas lavouras são dos pequenos produtores que possuem pouco incentivo para plantar e colher. Precisamos criar maneiras de fomentar o setor e auxiliar esses trabalhadores, assim estaremos valorizando quem coloca o alimento na nossa mesa", defende Bagattoli.

 

Jaime Bagattoli confirmou que estará na Feira nos dias 23 a 25 de maio. Vai visitar os expositores, ouvir as principais demandas do setor e saber das novidades para a industrialização do estado. Na programação, consta exposições, cursos e palestras sobre o tema, sendo uma delas no Espaço Empresarial Internacional da Feira.

 

"A industrialização de Rondônia é necessária. Para isso, precisamos batalhar pela reforma tributária no Brasil. É o que vai garantir oportunidade para que as empresas invistam em nosso estado, sem sofrer impactos com uma carga tributária que não existia", pondera.

Postar um comentário

0 Comentários