Confira:

6/recent/ticker-posts

Policiais Penais de Rondônia participam da Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária em Brasília


Servidores foram capacitados para atuarem em situações extraordinárias, na guarda e custódia de reeducandos

Porto Velho, RO - Visando capacitar os servidores do Sistema Penitenciário Estadual, o Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Justiça – Sejus, enviou representantes para participarem do treinamento da Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária, na Penitenciária Federal de Brasília.

A Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária (FTIP) foi criada no ano de 2017 por meio da portaria nº 93, pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, com o objetivo de atuar em situações extraordinárias de grave crise no sistema penitenciário; na guarda, vigilância e custódia de reeducandos.

Segundo informações repassadas pelo comandante da equipe Bravo da FTIP-Brasília, André da Silva Ferreira, a FTIP tem seu quadro composto por policiais penais de todos os Estados do país, realizando, quando necessário, ações coordenadas e estratégicas para administrar eventuais crises nas unidades penitenciárias. “A FTIP é essencial no combate ao crime organizado nas unidades prisionais e suas ações geram reflexos positivos em todos os aspectos da segurança pública”, ressaltou.

Ainda segundo informações do líder da Equipe Bravo, os servidores de Rondônia que estiveram presentes participaram de várias missões, atuaram nas Operações de Segurança Especializada na Penitenciária Federal de Brasília e treinamentos em conjunto com representantes de todo o país.

O secretário de Estado da Justiça, Marcus Rito, destaca que o Governo do Estado, tem realizado diversas ações para capacitar os servidores do sistema penitenciário, pois entende que a capacitação e atualização dos servidores são indispensáveis para garantir a segurança dentro das unidades prisionais estaduais, e destaca, “a participação de Rondônia nessa missão é indispensável para auxiliar nos objetivos da FTIP e garantir o bom funcionamento nos presídios e a redução dos índices criminais em nosso Estado”, conclui.

Fonte: Governo de Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários