Confira:

6/recent/ticker-posts

Pais de aluno que ameaçou estuprar e matar colega, não comparece em reunião



PORTO VELHO, RO - A direção da escola Olga Dellaia juntamente com os pais da aluna que recebeu uma grave ameaça de um colega de escola, buscaram nesta segunda-feira (30) uma solução por meio de diálogo entre os responsáveis pelos menores, porém os pais do menor autor da ameaça não compareceram.

A ausência dos responsáveis da parte mais implicada, levantou receio de uma possível omissão dos pais quanto a atitude de seu filho.

A diretora da escola, Ilza Rodrigues da Silva, e os pais da aluna ameaçada, lamentaram os pais do garoto não terem comparecido para um diálogo com finalidade de uma mediação no comportamento do garoto.

Ilza Rodrigues, destaca que a instituição de ensino tem se dedicado a coibir comportamentos desrespeitosos de alunos, mas confessa que ultimamente, após este período de pandemia, muitas condutas inadequadas têm aumentado entre alguns alunos.

Quanto ao uso de celulares, ela admite ser um problema, mas que a escola busca minimizar com a proibição do uso dos aparelhos em sua dependência, ela salienta que os pais devem exercer o papel de fiscalizadores de seus filhos para protegê-los e impedir que cometam algo errado com uso da internet, que infelizmente é uma tecnologia que entrega a mão da criança todo tipo de conteúdo, sem restrições alguma.

Com a atitude dos responsáveis do adolescente, que não participaram da reunião e nem se manifestaram, os pais da menina ameaçada informaram que procederam com um registro de ocorrência policial, e que buscarão a intercessão do Conselho Tutelar, já que eles temem pela a integridade da filha.


Fonte: Diário da Amazônia

Postar um comentário

0 Comentários