Confira:

6/recent/ticker-posts

Ex-chefão da F1 é preso por porte ilegal de arma em Viracopos


Bernie Ecclestone foi detido com uma pistola sem documentação ao tentar embarcar para Suíça. Ele pagou fiança e foi liberado

PORTO VELHO, RO - Ex-CEO da Fórmula 1, Bernie Ecclestone (foto em destaque) foi detido na noite desta quarta-feira (26/5) no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), por porte ilegal de arma. Segundo informações do portal G1, Ecclestone, de 91 anos, tentou embarcar em um voo particular para a Suíça com uma pistola calibre .32 sem documentação e acabou detido pela Polícia Federal.

O ex-chefão da principal competição do automobilismo mundial levava a arma dentro do bolso de uma camisa, que acabou sendo detectada durante um Raio-x. Ecclestone teria comprado a pistola com um mecânico da Fórmula 1. Ele não possuía nem o carregador nem munições.

O armamento foi apreendido. O delegado definiu uma fiança de mais de R$ 6 mil, que foi paga por Bernie. O ex-CEO da F1 partiu para a Suíça em um voo particular após o incidente.

O empresário teve um filho com a brasileira Fabian Flosi em 2020. Ele também é conhecido por falas polêmicas, como quando contestou os protestos antirracistas feitos por pilotos antes das provas e pelo cartão de final de ano que ironizou os mesmos atos.

No Brasil desde o fim de semana de 1º de maio, Bernie Ecclestone esteve presente em vários eventos do automobilismo brasileiro no mês acompanhando a esposa Fabiana, vice-presidente para a América do Sul da Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

Ele visitou a Copa Truck e o TCR South America em Interlagos. Depois foi a Brasília para a cerimônia de início das obras de reforma do Autódromo Nelson Piquet. Por último, esteve no Velocitta, em Mogi Guaçu, para acompanhar a quarta etapa da temporada 2022 da Stock Car.

Antes de se tornar o chefão da Fórmula-1, Ecclestone foi dono da escuderia Brabham, que teve o brasileiro Nelson Piquet como um dos principais pilotos – ele foi campeão com a escuderia em 1981 e 1983.

Fonte: Metrópoles

Postar um comentário

0 Comentários