Confira:

6/recent/ticker-posts

Ação educativa “Motorista Camarada” é intensificada pelo Detran Rondônia, em Porto Velho


Agentes de Educação de Trânsito abordam pessoas que frequentam bares e conveniências para Ação “Motorista Camarada”

PORTO VELHO, RO - Com plano de abordagem em mãos, e orientados pelo diretor Técnico de Educação de Trânsito, Ruymar Pereira de Lima, agentes do Departamento Estadual de Trânsito – Detran Rondônia, realizaram a ação educativa “Motorista Camarada” referente ao Movimento Maio Amarelo, na sexta-feira (20) e sábado (21), na Capital.

O “Motorista Camarada” consiste na abordagem de pessoas, que frequentam bares e conveniências, sobre a condução segura, incentivando que entre os amigos escolham um, que não esteja ingerindo bebida alcoólica, para ser o condutor do veículo na volta para casa.

“Estamos no Maio Amarelo e buscamos chamar a atenção da sociedade para o alto índice de acidentes que ocasionam mortes e inúmeras lesões todos os dias, no trânsito. Isso precisa mudar! Juntos salvamos vidas”, enfatizou Ruymar Pereira de Lima.



Dtet realiza ações contínuas para conscientizar população da importância de dirigir com segurança

O diretor-geral do Detran, Paulo Higo Ferreira de Almeida destaca a importância das ações contínuas da Diretoria Técnica de Educação de Trânsito – Dtet. “Muitas vidas seriam poupadas se o causador de um acidente tivesse colocado em prática o que todos sabem; que bebida e direção não combinam, e essa questão comportamental de respeitar o Código de Trânsito Brasileiro – CTB, é uma ação geradora de segurança e melhor qualidade de vida para todos, pois todos são participantes do trânsito.

Os agentes de Educação de Trânsito, orientaram a população sobre as normas de trânsito, utilizando a mensagem a seguir:

“Você sabia que dirigir embriagado pode ter vários prejuízos financeiros e sociais para uma pessoa? Pagamento de multa no valor de R$ 2.934,70 (dois mil, novecentos e trinta e quatro reais e setenta centavos); suspensão do direito de dirigir por 12 meses; recolhimento do documento de habilitação e veículo, e pode configurar crime de trânsito. Porém o principal deles é a sua vida e a vida de seus pares. Álcool e direção não é acidente. É escolha!”

O diretor-geral do Detran, Paulo Higo Ferreira de Almeida lembra que, em todos os levantamentos realizados sobre causas de acidentes de trânsito no Brasil, o fator humano, seja como condutor do veículo, ciclista ou pedestre, tem uma participação significativa como agente causador dos acidentes. “Infelizmente, são hábitos extremamente comuns e perigosos, falar ou digitar mensagens no celular, se maquiar ao volante e misturar álcool e direção. Nosso comportamento no trânsito tem que ser consciente e responsável. Juntos salvamos vidas”.

Fonte: Governo de Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários