Confira:

6/recent/ticker-posts

Pais levam filhos para receber a imunização e destacam a importância da vacina


A imunização é importante para evitar a evolução da doença na forma grave

PORTO VELHO, RO - A sala organizada para a vacinação esteve bem movimentada no último domingo (24), na creche Aconchego da Vó Maria. Vanessa Siqueira, foi uma das que atenderam o chamado, e levou o filho de sete anos para receber a segunda dose contra a covid-19. Para ela, uma ação bem-vinda, uma vez que a vacinação ocorre dentro do bairro.


Estratégia busca aumentar taxa de vacinação no público infantil

“Durante a semana, não temos muito tempo por conta do trabalho. Quando fiquei sabendo da vacinação aqui, não perdi tempo e trouxe meu filho. O meu conselho é que os pais levem seus filhos para vacinar, pois salva vidas e previne um quadro mais grave da doença. Com meu filho vacinado, me sinto até mais segura em levá-lo para a escola. É mais tranquilo tanto para ele quanto para nossa família”, declarou Vanessa que já está imunizada com a terceira dose.

Leandro Garcia da Silva é pai de dois filhos. Ele conta que o filho caçula, de 5 anos, teve sintomas graves da doença. Por essa razão, considera a ação de suma importância. Agora, mais aliviado, retorna com o filho para o fechamento do ciclo vacinal.

“É uma ação importante para a comunidade nesse momento de volta às aulas. Eu conheço pessoas que ainda não levaram seus filhos para vacinar, mas eu acredito na importância da vacinação para as crianças, pois só quem já passou por uma situação delicada com seu filho por causa da covid-19, sabe o quão importante a vacina é neste momento. Quem não vacinou, vacine”, destacou Garcia.


Adultos também foram imunizados durante a ação

GRATIDÃO

A satisfação também foi registrada em quem leva a imunização. Maria da Conceição Miranda Gomes, a Vó Maria, dedica o seu tempo no projeto há 20 anos. A creche tem hoje cerca de 120 crianças envolvidas. A maioria, tendo a oportunidade de estar imunizada contra a covid-19”, afirma.

Animada, Vó Maria conta que a programação especial de Páscoa acontece todos os anos. Desta vez, foi ainda mais especial com a chegada da vacinação disponibilizada à comunidade local. “Uma ação boa demais. Até os pais se vacinaram. Tudo ocorreu do jeitinho que eu esperava. Até eu me vacinei com a quarta dose. Com isso, nossas crianças ficam protegidas e os adultos também”, completou.

30% DO PÚBLICO

Apesar das unidades de saúde ofertarem os imunizantes, a taxa de vacinação no público infantil continua baixa. De acordo com o Ministério da Saúde (MS), no município de Porto Velho, das 50 mil crianças, de 5 a 11 anos, apenas 16 mil deram início ao ciclo vacinal.

Um percentual equivalente a 30% do público infantil imunizado. “Estamos com o número muito abaixo do esperado. O número de casos de crianças contaminadas realmente existe nos hospitais infantis. Por isso, é importante que os pais tenham a conscientização de levarem seus filhos para se vacinarem”, salienta a enfermeira Thays Karollyane, responsável pela equipe de imunização.


Fonte: Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Postar um comentário

0 Comentários