Confira:

6/recent/ticker-posts

O CAOS NO TRANSPORTE - Acadêmicos da UNIR vivem caos no transporte coletivo em retorno às aulas


Aulas presenciais na Unir retornaram ontem e muito alunos têm tido dificuldades para chegar na universidade

PORTO VELHO, RO - 
O Diretório Central de Estudantes da Universidade Federal de Rondônia (Unir), lançou nota de repúdio na última segunda-feira (25), sobre a situação da linha Campus Unir, que leva os estudantes até o centro universitário. Ontem, apenas um ônibus fazia o trajeto, hoje (26), mais dois micro-ônibus passaram a atender a frota, mas mesmo assim não foi o suficiente.

A nota da entidade afirma que a Secretaria Municipal de Trânsito (Semtran) não cumpriu com o acordo de atender a comunidade acadêmica. Por isso, muitos dos estudantes deixaram de ir à universidade.

“No primeiro dia de retorno presencial na UNIR, vários estudantes chegaram atrasados ou se recusaram a arriscar suas vidas utilizando um transporte com risco sanitário em vistas da covid-19”, diz um trecho do comunicado.

Quem também se pronunciou foi a Universidade Federal de Rondônia. Em nota, a Unir disse que já havia contatado a Semtran em dezembro de 2021 sobre a necessidade do transporte coletivo para a comunidade acadêmica.

No documento, a Unir afirma que por “questões de ordem técnica na empresa tornou necessário o adiamento, disponibilizando apenas um ônibus” no primeiro dia de aula.

Após os manifestos, a Semtran aumentou a frota com mais dois veículos, porém, esses são micro-ônibus, o que não é suficiente para atender a demanda.

Ainda nesta terça, a Unir afirmou que já contatou a Semtran para regularização do serviço a partir de quarta-feira (27). O pedido da universidade é disponibilização de três ônibus grandes para que comportem os acadêmicos.

O que diz a Semtran?

A imprensa  entrou em contato com a Semtran. De acordo com o secretário interino, Victor de Oliveira, ainda hoje, no período vespertino, a pasta substituirá um dos micro-ônibus e passará a oferta dois ônibus grandes e um menor.

Segundo o secretário, cada ônibus padrão cabe em torno de 120 passageiros e o micro-ônibus 70% desse número, que totaliza 84 pessoas.

O secretário afirmou ainda que a persistência com o micro-ônibus é para estudo da demanda. Caso seja necessário, irá substituí-lo por um grande.


Fonte: Rondoniaovivo

Postar um comentário

0 Comentários