Confira:

6/recent/ticker-posts

Ataque a tiros em metrô deixa ao menos 13 feridos em Nova York


Ocorrência foi registrada na estação Rua 36, no Brooklyn; homem suspeito é procurado pela polícia

PORTO VELHO, RO — Um ataque a tiros deixou pelo menos 13 feridos, ao menos cinco dos quais por arma de fogo, no metrô de Nova York, nos Estados Unidos, nesta terça-feira. A ocorrência foi registrada na estação Rua 36, no bairro Sunset Park, na região do Brooklyn. Conforme as autoridades locais, o ataque ocorreu por volta de 8h30, hora de maior movimento do transporte.

A polícia está procurando um homem que usava uma máscara de gás e um colete laranja, que estaria ligado ao ataque. Autoridades também buscam determinar a origem da fumaça que foi vista na estação. Até o momento, o Departamento de Polícia disse que nenhum dispositivo explosivo ativo foi encontrado no local.

Conforme a emissora de TV ABC, uma vítima baleada também teria sido encontrada na estação Rua 25, em Greenwood Heights, pouco antes das 8h30. Esse registro indicaria que ataque pode ter começado no local e terminado apenas na Rua 36. Quando as portas se fecharam, o suspeito teria jogado bombas de gás e abriu fogo contra os passageiros.

Ataque em estação de metrô deixa feridos em Nova York Foto: Reprodução/MSNBC

Uma passageira identificada com Claire disse ao New York Post que estava em um trem da linha N, com destino a Manhattan, quando testemunhou o ataque.

— Houve tantos disparos que perdi a conta — contou.

O Departamento de Polícia isolou toda a área e pediu que moradores evitem a região. Dezenas de agentes estão no local. A circulação de trens nas linhas D, N e R foram afetadas. Oito pessoas feridas foram levadas para o NYU Langone Hospital-Brooklyn em condições estáveis.



Estação de metrô Rua 36 fica no bairro Sunset Park, na regiçao do Brooklyn, em Nova York Foto: Editoria de Arte/O Globo

O presidente Joe Biden foi informado sobre o tiroteio e o prefeito Eric Adams, que testou positivo para Covid-19 no domingo, também monitora a situação.

Os tiroteios na cidade de Nova York aumentaram este ano e os crimes violentos com armas têm sido o foco central do prefeito Adams desde que assumiu o cargo em janeiro. Até 3 de abril, os incidentes com tiros aumentaram de 260 para 296 em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo estatísticas do Departamento de Polícia.

Fonte: O Globo

Postar um comentário

0 Comentários