Confira:

6/recent/ticker-posts

MP Eleitoral pede afastamento de vereador eleito com ‘nome falso’ e preso acusado de matar duas pessoas em Ariquemes

 


PORTO VELHO, RO -, RO - O Ministério Público Eleitoral de Mato Grosso (MPE) pediu que a promotoria eleitoral de Nova Nazaré (a 795 km de Cuiabá) determine investigação contra o presidente da Câmara Municipal, vereador Márcio Túlio (PSDB).

O requerimento tem como base a prisão do parlamentar, feita na segunda-feira (7). Ele é acusado de ter cometido duplo homicídio em Rondônia, em 2007, e ter usado identidade falsa desde então. Segundo a Polícia Civil, seu nome verdadeiro é Valdoir Bento Tavares.

“Diante das informações publicadas, determino a remessa do expediente ao Promotor Eleitoral da 30ª ZE – Nova Nazaré/MT para analise de eventual prática do crime previsto no art. 348, do Código Eleitoral, quando da apresentação da documentação para o registro de candidatura, bem como, eventual pedido de cautelar criminal para afastamento do mandato”, diz trecho do despacho.

O documento é assinado pelo procurador regional eleitoral Erich Raphael Masson, com data desta terça-feira (8). Ele pede que a promotoria analise se deve pedir o afastamento do vereador do mandato.

Prisão

Conforme a Polícia Civil, a prisão foi feita pela equipe da Delegacia de Água Boa, que, durante investigações, descobriu que o vereador e o irmão participaram de um homicídio na cidade de Ariquemes (RO). Na época do crime, uma pessoa foi presa e os dois irmãos eram considerados foragidos.

Após o crime, tanto o vereador quanto o irmão assumiram nova identidade, que foi descoberta após troca de informações entre as polícias de Rondônia, Mato Grosso e Goiás, bem como o pelo trabalho de papiloscopia da equipe de Barra do Garças.

Mesmo com a nova identidade, “Marco Túlio” também passou a responder a diversos procedimentos na delegacia de Água Boa. Ele é acusado por crimes como furto de gado, ameaça, apropriação indébita, posse irregular de arma de fogo, receptação e direção perigosa.

Ele também tem passagens criminais em Aruanã (GO) por furto em zona rural, lesão corporal, posse ilegal de arma de fogo e receptação. A cidade é a mesma para onde seu irmão fugiu e montou um comércio. Ele foi preso também na segunda-feira, na mesma hora em que foi cumprido mandado contra o vereador mato-grossense.

Fonte: Planeta Folha

Postar um comentário

0 Comentários