Confira:

6/recent/ticker-posts

Enchentes em RO - Alunos não conseguem chegar a escola, vias interditadas e morador pesca no meio da rua

 

Mais de 3,3 mil famílias já foram afetadas pelas cheias no estado, segundo a Defesa Civil.

Zona da Mata

Em Cacoal (RO), nesta terça-feira (8), um alerta foi emitido pela Defesa Civil para os moradores das margens dos rios Pirarara e Machado devido ao alto risco de alagamentos.


Homem pescando no meio da rua durante enchente em RO

Os bairros Liberdade e Santo Antônio já estão com água sob as avenidas. No Liberdade, por exemplo, um homem foi flagrado pela reportagem da Rede Amazônica pescando no meio da rua (veja no vídeo acima).

Problemas também afetam a educação. Alunos da rede municipal de Primavera de Rondônia (RO) não conseguiram chegar à escola por causa de enchentes. Os ônibus que atendem as linhas 33 e 37 não puderam buscar os estudantes, pois a água passava por cima da ponte do Rio Antônio João.

Rodovias interditadas

Segundo o Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER), durante a tarde desta terça-feira (8) a RO-383, antiga 208, que liga a cidade de Rolim de Moura (RO) a Cacoal (RO), foi interditada. Até a noite ainda não havia previsão para a liberação da via. O trecho interditado é na ponte sob o Rio São Pedro.


Em Machadinho D’Oeste (RO) também houve a interdição de uma rodovia, a 133, no trecho que liga Tabajara ao 2 de Abril. A Defesa Civil da cidade pede que os moradores evitem passar pela região e procurem outras rotas alternativas para transitar pela área.


Enchentes em RO: Ponto de alagamento em Machadinho D'Oeste — Foto: Defesa Civil/Reprodução

Mais de 3,3 mil famílias afetadas

Em menos de dois meses, mais de 3,3 mil pessoas foram afetadas pelas cheias de alguns dos principais rios de Rondônia. O levantamento é referente ao período de 14 de janeiro a 7 de março de 2022, e analisa a atuação da Defesa Civil nas enchentes do ano. São analisadas as situações de 10 rios nos municípios ou distritos do estado

 
Fonte: G1 RONDÔNIA

Postar um comentário

0 Comentários