Confira:

6/recent/ticker-posts

Dólar vai abaixo de R$ 5 nesta segunda, com moeda brasileira liderando ganhos no dia


Combinação da alta da taxa básica de juros do país (Selic) com a elevação do preço das commodities atraem dinheiro externo e explicam queda da cotação no mercado nacional


PORTO VELHO, RO - O dólar passou a perder valor nas negociações do país nesta segunda-feira (21), sendo negociado abaixo dos R$ 5 à medida que investidores continuavam enxergando boas oportunidades de investimento no Brasil diante da alta dos juros e da disparada dos preços das commodities.

Às 11:40 (de Brasília), o dólar à vista recuava a R$ 4,94 na venda, com o real ostentando o melhor desempenho no dia entre as outras moedas.

A consolidação de movimento de queda do dólar começou a partir das 10h (de Brasília), depois de a divisa ter mudado de sinal várias vezes ao longo das primeiras negociações. No pico do dia, chegou a subir 0,25%, a R$ 5,0295.

Na B3, às 11:08 (de Brasília), o contrato de dólar futuro de primeiro vencimento caía 1,07%, a R$ 4,9910.

Alexandre Netto, chefe de câmbio, disse à Reuters que a desvalorização do dólar parece ser "combinação de mais um movimento de alta no preço de commodities e fluxos positivos de investimento no Brasil".

Várias commodities --do milho ao petróleo-- dispararam desde a invasão da Ucrânia pela Rússia, conflito que até agora não ofereceu sinais concretos de que haverá resolução. A valorização desse tipo de produto tende a aumentar o ingresso de dólares em países exportadores.

Até agora em 2022, o dólar acumula baixa de mais de 10% contra o real, deixando a divisa doméstica com o melhor desempenho global no período.

Enquanto isso, a moeda norte-americana tinha pouca alteração no exterior, com seu índice frente a uma cesta de rivais fortes em queda de 0,04%.



Fonte: R7

Postar um comentário

0 Comentários