Confira:

6/recent/ticker-posts

Curso de Operações de Segurança com Drones atende órgãos da Segurança Pública em Rondônia

Curso reuniu profissionais da PM, PRF, PF, Polícia Penal, Marinha, Exército, Aeronáutica, Agepen, Censipam e também da Abin


PORTO VELHO, RO - Quase 100 profissionais das forças de Segurança Pública em Rondônia já estão capacitados para a operação de drones, colocando a tecnologia à serviço da sociedade. A 4ª turma do Curso de Operações de Segurança com Drones (COSD) oferecido pelo Governo de Rondônia, por meio da Casa Militar, concluiu a formação entre os dias 5 e 11 de março, em Porto Velho.

Esta edição do curso foi composta por 24 alunos, oriundos das Polícias Penal, Militar, Federal, Rodoviária Federal, Marinha, Exército, Aeronáutica, Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam) e da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN).

“O drone é uma ferramenta que surge para aumentar o poder da Segurança Pública, inclusive com o uso de ferramentas de última geração. Os conhecimentos que tínhamos antes eram empíricos, era estudo de manual, busca do conhecimento individualizado. Agora, com o Estado promovendo esses cursos, o conhecimento é nivelado, padronizado e toda a parte de legislação também é repassada”, destaca o coordenador do curso, tenente PM Gleidson Benfica Fernandes.

Aeronave Remotamente Pilotada (ARP), o drone tem se tornado cada vez mais presentes em Rondônia, sendo essencials em diversas operações, como no monitoramento das unidades prisionais, acompanhamento de veículos furtados, ações de mapeamento de uma determinada área, reconhecimento de locais para atuação, entre outras ações guiadas pelos órgãos de segurança.

Com um total de 60 horas/aula, o curso foi conduzido pelo instrutor CB PM Sousa Lima e pelos monitores SGT PM Macedo (Batalhão de Operações Especiais – <em>BOPE</em>), SGT PM Frazão (Batalhão de Polícia de Choque da Polícia Militar – BPChoque) e SGT PM Jamilson (Centro de Inteligência da Sesdec), sob a coordenação do 1° TEN PM Benfica e de seu coordenador adjunto CB PM Fábio Queiroz.

Recentemente, o Governo de Rondônia realizou a entrega de mais 30 unidades destes equipamentos, sendo 15 para a Polícia Militar, dez para a Polícia Civil e cinco para a Gerência de Estratégia e Inteligência da Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec). Os drones foram adquiridos pela Sesdec, com recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública, pelo valor de R$ 982.500 (novecentos e oitenta e dois mil e quinhentos reais).

Trata-se dos melhores equipamentos da categoria, disponíveis no mercado, e que possuem autonomia de voo de no mínimo 30 minutos por bateria; câmera termográfica com resolução do sensor; farol de busca com capacidade de 2400 lumens, alto falante de alta potência, capacidade de transmissão de vídeo ao vivo e gravação de vídeo em 4K Ultra HD.

“Estes últimos drones adquiridos pela Sesdec são drones produzidos especificamente para o uso da Segurança Pública. Então tem uma autonomia maior, recursos mais avançados, tornando-se uma ferramenta excepcional”, completa o tenente Benfica.

4ª TURMA

A 4ª edição do Curso de Operações de Segurança com Drones (COSD) reuniu 24 alunos em aulas teóricas e práticas, que os qualificaram e habilitaram para operar as aeronaves remotamente pilotadas.

As aulas foram ministradas no formato à distância (EaD), por meio do ambiente virtual de aprendizagem, e presenciais, oferecidas no Estádio Aluízio Ferreira e também no Auditório Jerônimo Santana, do Palácio Rio Madeira.

Com um total de 60 horas/aula, o curso foi conduzido pelo instrutor cabo PM Sousa Lima e pelos monitores sargento PM Macedo, do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), sargento PM Frazão, do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) e sargento PM Jamilson, do Centro de Inteligência da Sesdec, sob a coordenação do tenente PM Benfica e de seu coordenador adjunto cabo PM Fábio Queiroz.

O curso de capacitação vai muito além das técnicas de voo, como explica o coordenador Tenente Benfica. “Além da habilidade do piloto, tem toda uma parte Legal, que é o pré-voo. É preciso ter conhecimento junto à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), é a licença de piloto para poder manusear a aeronave, a necessidade da solicitação de autorização de voo em locais onde não é permitido. Enfim, são várias questões legais que precedem e todo esse conhecimento é repassado”.

Para os alunos da 4ª turma do Curso de Operações de Segurança com Drones, a capacitação oferecida pelo Governo de Rondônia é mais um importante passo para o fortalecimento da Segurança Pública.

“É muito importante esse tipo de capacitação, uma vez que o drone é uma ferramenta de muitas possibilidades e só agrega à manutenção da Segurança Pública. É possível fazer mapeamento de regiões, localização de pessoas perdidas, fazer o reconhecimento prévio de ambientes hostis e, o mais importante na minha opinião, salvaguardando a segurança do operador de segurança pública. Em nome da PRF, eu agradeço a possibilidade de fazer o curso”, ressaltou o policial rodoviário federal, Alysson Soares Silva.

Pensamento compartilhado também pelo sargento PM Adriano Asmil, da Assessoria Militar do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO). “Sempre é benéfico agregar conhecimentos, ainda mais sendo na área de tecnologia, podendo assim se qualificar e fazer com que as forças de segurança possam empregar na prática o conteúdo que foi repassado. O drone é uma ferramenta a mais no combate à criminalidade e em outras áreas, como resgate e salvamento. Trata-se de uma nova forma do uso da tecnologia em favor da sociedade, com agilidade e sem expor o operador de segurança”.


Texto: Giliane Perin
Fotos: Hermes Rafael
Secom - Governo de Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários