Confira:

6/recent/ticker-posts

Anna 'Delvey' Sorokin permanece detida pela imigração dos Estados unidos

 

Um dia depois de vários veículos terem noticiado que a golpista estava prestes a ser deportada, advogado confirma que ela continua nos EUA.

PORTO VELHO, RO - 
Anna Sorokin, a golpista que fingiu ser uma herdeira alemã chamada Anna Delvey, continua sob custódia da Imigração e Alfândega (ICE) dos EUA hoje (15) no norte de Nova York, seu advogado e a agência confirmaram à Forbes, um dia depois que vários veículos informaram que ela estava prestes a ser deportada para a Alemanha.

Manny Arora, advogado de Sorokin, disse à Forbes que uma moção para suspender sua deportação foi apresentada na segunda-feira, e ela permaneceu no Orange County Correctional Facility em Goshen, Nova York, onde está sob custódia há cerca de um ano.

Um porta-voz da ICE disse à Forbes que Sorokin, 31, permanece sob custódia até que seja aprovado um pedido de permanência emergencial que foi concedido em novembro. O porta-voz disse que a ICE não comenta “futuras operações de remoção”. A revista alemã Der Spiegel foi a primeira a informar que Sorokin não havia sido deportada.

Ontem, o Insider informou que Sorokin estava prestes a ser deportada para a Alemanha, onde ela tem família, citando duas fontes anônimas, e que seu crédito na loja da conveniência da prisão havia sido zerado e sua conta de videochamadas, desativada.

O New York Times informou que o aplicativo de mensagens de texto na prisão de Sorokin avisou que ela havia sido libertada e vários amigos confirmaram ao jornal que ela estava sendo deportada.

Aurora disse à NBC News que não teve notícias de sua cliente e estava “trabalhando sob a presunção de que ela está sendo deportada”. No entanto, Arora disse à emissora que Sorokin estava dentro de um período de 30 dias para recorrer da decisão e que “não era legalmente apropriado” que ela fosse deportada neste momento.

Quem é Anna ‘Delvey’ Sorokin

A história de Sorokin foi recentemente narrada na série limitada da Netflix “Inventando Anna”, estrelada por Julia Garner e Anna Chlumsky e baseada no popular artigo da New York Magazine de 2018 escrito por Jessica Pressler. Durante cinco anos, Sorokin enganou a classe alta de Nova York fazendo-se passar por uma herdeira alemã com um fundo fiduciário de US$ 60 milhões (R$ 309 milhões) enquanto trabalhava para abrir a Fundação Anna Delvey, um clube exclusivo.

Ela foi presa em 2017 e finalmente condenada em 2019 por furto, tentativa de furto e roubo de serviços. Os promotores argumentaram que Sorokin roubou milhares de dólares de bancos, hotéis e restaurantes. O advogado de Sorokin disse que ela pretendia pagar a todos e que seus planos para o clube eram legítimos. Sorokin foi libertada em 2019 e morou em Nova York por cerca de seis semanas até ser presa pela ICE por ultrapassar o prazo de validade do visto.

A Netflix pagou a Sorokin US $ 320 mil (R$ 1,65 milhão) pelos direitos de sua história, de acordo com o Insider. Sorokin está apelando de sua condenação criminal e disse que o atraso no visto foi “não intencional”.


Fonte: Forbes

Postar um comentário

0 Comentários