Confira:

6/recent/ticker-posts

Rússia diz que destruiu 74 instalações militares ucranianas


Entre as áreas atacadas estariam 11 pistas de pouso e decolagem de aeronaves do Exército da Ucrânia

PORTO VELHO, RO - O Exército russo disse nesta quinta-feira (24) que destruiu 74 instalações militares na Ucrânia, incluindo 11 aeródromos, como parte da invasão ordenada por Moscou nesta madrugada.

"Após os ataques aéreos das Forças Armadas russas, 74 bases militares terrestres foram retiradas de serviço. Isso inclui 11 aeródromos da Força Aérea", afirmou o porta-voz do ministério da Defesa russo, o general Igor Konashenkov, na televisão.

Ele também anunciou a destruição de "três postos de comando, uma base naval ucraniana e 18 estações de radar utilizados pelo sistema de defesa antimísseis S-300 e Buk-M1".

Foram derrubados ainda, segundo o porta-voz russo, um helicóptero e quatro drones Bayraktar TB-2, de fabricação turca.

Konashenkov relatou também que um caça russo caiu devido a um "erro" do piloto, mas o homem conseguiu ejetar-se e está "seguro em sua unidade militar".

O porta-voz disse que o ministro da Defesa, Sergei Shoigu, ordenou que o Exército "trate os militares ucranianos com respeito".

Segundo ele, os separatistas ucranianos pró-Rússia, protegidos pelos bombardeios de Moscou, conseguiram "avançar 7 km" em sua ofensiva.


















O Exército da Ucrânia afirmou nesta quinta-feira (24) que derrubou cinco aviões e um helicóptero russos no leste do país, pouco depois de Moscou iniciar uma ofensiva militar. O governo russo negou a informação e, por sua vez, garantiu ter destruído os sistemas de defesa antiaérea e ter posto 'fora de serviço' bases aéreas na Ucrânia




Fonte: R7

Postar um comentário

0 Comentários