Confira:

6/recent/ticker-posts

O dia na história por Lúcio Albuquerque



O DIA NA HISTÓRIA

Lúcio Albuquerque

jlucioac@gmail.com

BOM DIA 12 DE JANEIRO!

COMEMORA-SE

Dia Nacional do Empresário Contábil

Católicos lembram Santo Antonio Maria Pucci, São Arcádio, Santa Marguerite Bourgeoys, São João de Ravena

São Bento Bishop e Santo Elredo de Rievaulx (também venerado por Anglicanos)

RONDÔNIA


1945 – O Ministério da Guerra Exército cria a 2ª Companhia Rodoviária Independente, e sua missão era abrir uma estrada no sentido sul do então Território, a partir de Porto Velho, precursora da BR-364.

BRASIL

• 1616 – Há 406 anos era fundada a cidade de Belém, na Capitania do Grão-Pará (atual estado do Pará), por Francisco Caldeira Castelo Branco.

1822 – Tropas portuguesas no Rio de Janeiro se rebelam contra o “Fico” de D. Pedro I que, informalmente, iniciou a proclamação da Independência. 1861 — D. Pedro II cria a Caixa Econômica da Corte (Hoje Federal).

1947 – Morre Afrânio Peixoto, escritor e professor, romancista, ensaísta e historiador literário, substituiu Euclides da Cunha na cadeira 7 da Academia Brasileira de Letras.

2011 — Enchentes e deslizamentos na Região Serrana do Rio de Janeiro, causam o maior desastre climático do Brasil, com 916 mortes.

MUNDO

1952- O primeiro estudante negro é admitido na Universidade do Tenesse, nos Estados Unidos. 1998 — Dezenove países europeus concordam em proibir a clonagem humana.

FOTO DO DIA

A criação da 2ª Companhia de Engenharia Independente, em 1945, pode ter tido origem durante a visita do presidente Getúlio Vargas a Porto Velho, cinco anos antes, ocasião em que o então diretor da ferrovia Madeira-Mamoré, Aluísio Pinheiro Ferreira, o levou a um local nas proximidades onde está hoje a Embrapa, KM 7 da BR-364 e apresentou a Getúlio a rodovia que desde 1937 vinha sendo aberta saindo de Porto Velho rumo ao sul do Território.

A 2ª Independente teve pouco período de trabalho, porque dia 29 de julho de 1945 o tenente engenheiro Fernando Oliveira desapareceu nas proximidades de São Pedro, num caso nunca esclarecido, o que levou um grupo político a acusar então governador Aulísio Ferreira de responsável, dentre várias hipóteses do sumiço do oficial.

Na foto cedida pelo historiador e testemunha da visita Esron Menezes, em 1940 Aluísio mostra o mapa da estrada a Vargas.

Postar um comentário

0 Comentários